04 abril 2010

Robert Longo

Nas minhas férias, deambulando pela nossa Lisboa, passei pelo C.C.B. antes de passar nos pasteis de Belém.
Por entre uma exposição de Joana Vasconcelos e uma outra de Annemarie Schwarzenbach, dei de caras com uma exposição de um artista que não conhecia. Robert Longo. Fui avisado a entrada por uma simpática funcionária do C.C.B. para não perder esta exposição... que os quadros pareciam fotografias mas que eram pintados a mão. E lá fui eu com curiosidade. O espanto foi total. Incrível o trabalho a preto e branco. Embora o próprio diga que se sente preso a este género de trabalho. Que quer ser reconhecido também pelo resto da sua obra. Deve ser o peso da genialidade...
Aqui ficam alguns dos que me ficaram na memória...






1 comentário:

Marta disse...

Gostei.
Obrigado pela partilha, não conhecia.
Bjs