20 fevereiro 2012

Equação de Drake

A Equação de Drake, proposta por Frank Drake em 1961, foi formulada com o propósito de fornecer uma estimativa do número de civilizações em nossa galáxia (Via Láctea) com as quais poderíamos ter chances de estabelecer comunicação.
A Equação de Drake é formulada como segue:

N = R* × fp × ne × fl × fi × fc × L  

          Onde:
N é o número de civilizações extraterrestres na nossa galáxia com as quais poderíamos ter chances de estabelecer comunicação.
e
R* é a taxa de formação de estrelas na nossa galáxia
fp  é a fração de tais estrelas que possuem planetas em órbita
ne  é o número médio de planetas que potencialmente permitem o desenvolvimento de vida por estrela que tem planetas
fl  é a fração dos planetas com potencial para vida que realmente desenvolvem vida
fi  é a fração dos planetas que desenvolvem vida inteligente
fc  é a fração dos planetas que desenvolvem vida inteligente e que têm o desejo e os meios necessários para estabelecer comunicação
L  é o tempo esperado de vida de tal civilização
Drake forneceu valores baseados nas suas pesquisas:
R* - estimado em 7/ano
fp – estimado em 0,5
ne – estimado em 2
fl – estimado em 0,33
fi – estimado em 0,01
fc – estimado em 0,01
L – estimado como sendo 10 000 anos
Segundo os dados de Drake, temos uma estimativa que resulta:
N = 7 × 0,5 × 2 × 0.33 × 0,01 × 0,01 × 10 000 = 2,31

4 comentários:

Utena disse...

A tua sorte é que nunca fui boa a matemática

Beijo

Marta disse...

OMG!!!
Estou tonta, mal-disposta, e com os olhos em bico...Vou ali e já venho...

E já agora...só uma nota: LARGA AS DROGAS!!!!


E não te estejas a rir hã!
Larga, larga...

borboleta disse...

Realmente... isto... é...
deixa lá o tabaco...o outro ;))

o guardador disse...

utena: sorte ou azar... nunca se sabe ;)*
marta: ahahahahahah... é o largas!
my butterfly: impossível... sabes que me está no sangue... desde que nasci... ;)*